Resenha Garotas de Vidro Lauren Halse Anderson

agosto 04, 2015

Olá leitores, a resenha de hoje é uma história muito forte, marcante cheia de significados que irá te fazer repensar algumas coisas nessa vida, espero que gostem!


Sinopse: Lia está doente e sua obsessão pela magreza a deixa cada vez mais confusa entre a realidade e a mentira. Mas ela perde totalmente o controle quando recebe a notícia de que sua melhor amiga, Cassie, morreu sozinha em um quarto de motel. E o pior: Cassie ligou para Lia 33 vezes antes de morrer.O que começou como uma aposta entre duas amigas para ver quem ficaria mais magra tornou-se o maior pesadelo de duas adolescentes reféns de seus próprios corpos. 

Ao negar seu problema, Lia impõe a si mesma um regime cruel em que contar calorias não é o bastante. Ao omitir seu desespero, apela ao autoflagelo numa tentativa premeditada de aliviar seus tormentos. Seus pais e sua madrasta tentam ajudá-la a qualquer custo, mas nem mesmo sua doce irmã, Emma, consegue fazer com que Lia pare de se destruir.
Agora, Lia precisa encontrar um modo de lidar com todos os seus fantasmas, e a morte de Cassie é um deles.Garotas de Vidro é uma história intoxicante sobre a autorrepugnância e a busca pela identidade. Neste livro, Laure Halse anderson aborda de modo realista a dolorosa condição de jovens que sofrem de transtornos alimentares e sua complicada relação com o espelho e consigo mesmos.




"Garotas de vidro" trata-se de um suspense e drama tudo ao mesmo tempo, e conta sobre a desafiante existência de Lia, essa garota passa por um período de provação e luta contra a própria mente, Lia é obcecada pelo seu corpo de uma maneira extremamente doentia, ela deixa de comer e quando come conta toda e quaisquer caloria que possa estar ingerindo, isso se torna uma obsessão que começou ainda quando criança junto a uma amiga Cassie.



Essa amiga por sua vez também tinha o mesmo comportamento obsessivo com o corpo, colocando para fora tudo que comia ( vomitava). Lia fica sabendo da morte de Cassie e sua vida toma um rumo completamente fora de controle, Cassie é encontrada em um quarto de motel  as causas de sua morte são terríveis, após 33 ligações para sua melhor amiga frustadas. Lia decide que não atenderia Cassie naquela noite, porque ela já não se falavam a seis meses, já não eram mais melhores amigas, porém quando recebe a noticia da morte da amiga ela se vê atormentada e assombrada por Cassie. 


Sua rotina fica ainda mais severa e quando ela extrapola na comida se pune de uma maneira perversa já que não consegue vomitar como Cassie. Lia chega ao fundo do posso, decepciona seus pais sua irma mais nova e sua madrasta que tem por ela um carinho muito grande, ela se entrega a sua doença e fica ainda mais obcecada com seu corpo ao longo dos dias, quando por fim ela se encontra com Cassie por uma ultima vez e nesse encontro sua vida ganha sentindo novamente, Lia descobre que tem outras opções e que pode mudar sua situação, ao descobrir ela também consegue ajudar sua amiga morta e encontrar seu caminho.

Um leitura emocionante, que fala sobre um assunto muito polemico e vivido por muitas adolescentes, recomendo muito a leitura desse livro.

Espero que tenham gostado um grande beijo e até a próxima!

Você também pode gostar

0 comentário